Com vaga na Sul-Americana de 2020 e sem chances de ida à próxima Libertadores, o Vasco enfrenta a Chapecoense neste domingo (8), às 16h, sem grandes objetivos esportivos, mas com uma ambição grande no que se refere à premiação da CBF.
Com os resultados da penúltima rodada, o time cruzmaltino já tem garantido ao menos R$ 13,7 milhões com o 13ª lugar, uma vez que os clubes que estão abaixo na tabela não conseguirão mais alcançá-lo. Porém, a equipe, que está com 48 pontos, poderá chegar até a décima posição, o que lhe renderia R$ 18,5 milhões.
Apesar do Fortaleza estar com 50 pontos, em nono, o Vasco não conseguirá chegar a essa colocação em função dos cearenses enfrentarem o Bahia, que tem 49 -e, portanto, qualquer resultado deixará o clube carioca para trás, até mesmo o empate, já que o time de Rogério Ceni terá mais vitórias que os vascaínos.
Para chegar à décima posição, além de vencer a Chape, já rebaixada à Série B, o Vasco terá que contar com tropeços de Goiás e Atlético-MG, que enfrentarão Grêmio em casa e Internacional fora, respectivamente, pela rodada final do Campeonato Brasileiro, a 38ª.
“O importante este ano era o Vasco continuar na primeira divisão, pois começa a ter credibilidade e inicia a temporada seguinte buscando novos jogadores já tendo uma base. Foi um trabalho muito bom. Ano que vem é outra história”, declarou o técnico Vanderlei Luxemburgo.
Além da busca pelo maior prêmio, o compromisso final do Vasco envolve um clima de festa para a torcida, que mobilizou recentemente uma campanha por adesões ao programa de sócio-torcedor -já são mais de 162 mil, o que deixou o clube como líder no país neste quesito.
Neste sábado (7), às 10h, haverá treino aberto em São Januário. Já no dia seguinte, a expectativa é de que mais de 60 mil pessoas lotem o Maracanã. Até a tarde de sexta (6), mais de 50 mil ingressos já haviam sido emitidos.
Além de shows e promoções de cerveja, o jogo contra a Chape poderá ter mais um atrativo: um grande mosaico na arquibancada. Embora não confirme oficialmente, o próprio clube tem procurado torcedores para viabilizar a montagem.
Um grupo que já realizou mosaicos do Vasco em outras oportunidades no estádio chegou a ser procurado, mas não aceitou em virtude de divergências passadas com a diretoria, quando se propuseram a realizar um em prol do combate à homofobia e a ideia não foi levada à frente.
Caso se confirme o mosaico, ele será feito por organizadas. Já se sabe que a frase escrita será relativa a algo histórico do Vasco.
No que se refere às atrações, já estão confirmados os funkeiros Lexa e MC Darlan, os rappers BK’ e Knust (ex-1-Kilo) e o pagodeiro Juninho, do Imaginasamba. O clube também fechou uma parceria com a patrocinadora Brahma e até a hora do jogo terá uma promoção de cerveja no estádio -serão duas latas por R$ 10.

VASCO
Fernando Miguel; Raul Cáceres, Leandro Castán, Oswaldo Henríquez e Henrique; Yago Pikachu, Freddy Guarín e Raul; Rossi, Marrony e Ribamar. T.: Vanderlei Luxemburgo

CHAPECOENSE
João Ricardo; Eduardo, Douglas, Maurício Ramos e Roberto; Tharlis, Márcio Araújo, Elicarlos e Vini Locatelli; Dalberto e Arthur Gomes. T. (interino): Emerson Cris

Estádio: Maracanã, no Rio
Horário: 16h deste domingo
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui